Caixa Econômica Federal - Linux nas loterias e nos caixas eletrônicos.

Quando você faz uma aposta nas loterias, quando você faz um saque ou consulta seu saldo do FGTS nos caixas eletrônicos da Caixa você está usando uma infraestrutura feita com Linux e Serviços da 4Linux.

O Cliente

Criada em 1861, a CAIXA é uma empresa 100% pública e não é apenas um banco, mas também o agente responsável pelos programas sociais do Governo Federal como o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), o Programa de Integração Social (PIS), o Seguro-Desemprego, o Bolsa Família, e pelas unidades lotéricas. A Caixa está na vida dos brasileiros uma vez que prioriza setores como habitação, saneamento básico, infraestrutura e prestação de serviços, contribuindo significativamente para melhorar a vida das pessoas, principalmente as de baixa renda.

 

Necessidades

Do ponto de vista operacional a Caixa precisava utilizar soluções de baixo grau de complexidade e aderentes as suas especificidades e que a curva de aprendizagem pelas equipes técnicas não fossem tão longas e cujo processo de implementação não onerasse com a aquisição de novos hardwares e novas redes de telecomunicações.

Do ponto de vista estratégico a Caixa precisava internalizar o processo de inteligência das soluções em TI é adquirir independência de fornecedores, pois o poder de negociação junto a alguns fornecedores era inversamente proporcional à dependência tecnológica.

Do ponto de vista econômico, devido a alta competitividade imposta pelo segmento bancário, a Caixa buscava a redução dos custo de TI para que seus  produtos fossem mais competitivos.

 

Solução

As soluções com software livres e open source resolviam as necessidades da Caixa nos aspectos operacionais pois se adaptavam ao ambiente da Caixa, ao contrário do que ocorre com algumas soluções proprietárias que exigem a adaptação do ambiente; estratégicos pois permitia internalizar a inteligencia do negocio tornando-se mais independente de fornecedores;  e econômico pois o modelos colaborativo de desenvolvimento do Linux e softwares livres permite a redução de custos.

 

Resultados Obtidos

Ao escolher a distribuição Linux Debian a Caixa conseguiu customiza-la ao máximo por ter acesso ao código fonte do Linux deixando-a leve e com elevado grau de segurança devido a possibilidade de auditoria. Com isso a Caixa consegue em um único dia, distribuir e atualizar versões de aplicativos ou softwares de infra-estrutura para todos os 30.000 TFLs ( terminais financeiro-lotericos) , sem impactar o negócio. Depois do sucesso do Linux embarcado na loterias a Caixa expandiu o uso para para os 25.000 ATMs ( caixas eletrônicos.) e mais de 5.000 terminais financeiros na agencias da Caixa. Cada uma delas customizada de acordo com as necessidades de flexibilidades, leveza e segurança que aquele sistema operacional precisava).

 

“ Em 10 de janeiro de 2007, realizamos 23,4 milhões de transações em 12 horas, o que dá uma média de 1.000 transações por segundo", comemora Clarice Coppetti, referindo-se à quantidade de apostas para concorrer a mais de R$ 52 milhões, volume do segundo maior prêmio já pago pela Mega Sena até então (uma das nove modalidades de jogos oferecidos pela CAIXA). O maior foi de R$ 64,9 milhões, em outubro 1999, pago a um apostador de Salvador/BA.

 

O novo sistema de loterias e correspondentes bancários desenvolvido e administrado pela CAIXA é o primeiro e, por enquanto, único no mundo a usar Linux nos terminais que integram tanto as apostas lotéricas como as transações bancárias.

 

No mês de outubro de 2006, em Cingapura, durante um encontro mundial com outros 70 governos que administram suas loterias, a CAIXA apresentou seu sistema de loterias. Na ocasião, representantes de diferentes países se mostraram interessados em visitar o Brasil para conhecer em detalhes o sistema usado na instituição brasileira, com Linux e padrões abertos. O fato de integrar transações lotéricas e financeiras foi o que chamou a atenção dos participantes."Esse interesse de outros países em nosso sistema é um exemplo de como o software livre pode gerar demanda para as empresas brasileiras que prestam serviço em software livre", explica Clarice Coppetti,  vice presidente de Tecnologia da CAIXA.

Material distribuído pela Caixa durante o FISL12

 

Folder Fisl

Conheça – através de material distribuído pela Caixa durante o FISL12 (Fórum Internacional do Software Livre), os projetos feitos com software livre e com a participação da 4Linux.

Clique aqui para acessar o material

4Linux dentro da Caixa

A 4Linux vem trabalhando em parceria com a Caixa deste outubro de 2006, quando assinou o primeiro contrato de suporte a soluções livre na Caixa.

Compartilhe esta página