Servidor de e-mail para o Metrô de São Paulo

O case de adoção do software livre no Metrô ficou famoso nacionalmente e foi motivo de estudos do Relógio da Economia do Governo do Estado de São Paulo. Para a 4Linux foi muito importante pois deu a empresa visibilidade nacional.
Cliente:
 
A Companhia do Metropolitano de São Paulo - Metrô foi constituída no dia 24 de abril de 1968. Atualmente  o Metrô de São Paulo possui quatro linhas em operação, 65,3 quilômetros de rede, 58 estações, 150 trens e transportou, no ano de 2012, 1.098 milhões de passageiros.
 
Necessidade:
 
O Metrô  precisava substituir o sistema de correio eletrônico baseado em mainframe, por um mais
moderno, do tipo Lotus Notes ou Microsoft Exchange. Após uma avaliação de ambas as possibilidades citadas, inclusive com um bem sucedido teste-piloto com o Notes, foi preciso desistir, devido aos altos custos envolvidos. A situação criou um impasse peculiar: não era possível migrar nem para o Lotus Notes, tampouco para o Microsoft Exchange, mas ao mesmo tempo, não era possível permanecer com o Office Vision no mainframe. 
O Metrô buscava uma solução de e-mail que atendesse exigentes requisitos de disponibilidade e desempenho, de modo que a a 4Linux desenvolveu um novo conceito de correio eletrônico corporativo no Metrô. O uso de padrões abertos, associado a um alto grau de domínio tecnológico, resultou numa solução integrada, de alto desempenho e excelente relação custo/benefício.
 
Solução:
 
O Metrô contactou a 4Linux em busca de uma solução Open Source de correio eletrônico e optou-se pela implantação do Qmail, que ganhou o nome interno de MetroMail, uma solução totalmente baseada em software livre e que continua sendo o sistema de correio eletrônico do Metrô até hoje. Os custos foram reduzidos para menos de R$10.000,00/mês, valor referente à terceirização de toda a hospedagem, operação, manutenção e novos desenvolvimentos. 
 
Resultado:
 
O case de software livre no Metrô foi muito importante na história da 4Linux, pois foi o primeiro case de projeção nacional implementado pela empresa.
 
O impacto da implantação do MetroMail junto aos usuários (funcionários do Metrô) foi extremamente leve, principalmente por atender os anseios existentes, relativos a tal transição, e também decorrentes da facilidade de uso e da interface amigável do novo correio.
O correio eletrônico no Metrô, se não é missão crítica, tornou-se uma ferramenta fundamental na atuação dos empregados a tal ponto que quando este fica indisponível, deixa muitos funcionários sem opções de atuar eficazmente em suas atividades. A adoção desta solução, além da altíssima disponibilidade ofertada, permite que o Metrô tenha uma conta de correio para cada um dos seus 7500 empregados a um custo muito baixo.
 
O case de adoção de software livre no Metrô ficou famoso nacionalmente e foi motivo de estudos como o disponível no Relógio da Economia ( http://www.relogiodaeconomia.sp.gov.br/anexos/FFPC.Rel_Metro-OpenOffice.pdf ) que é uma ferramenta tecnológica implementada pela Secretaria de Gestão Pública para explicitar - de forma concisa - as economias feitas pelo Governo do Estado de São Paulo, após a implementação de inovações no modo de prestação de serviços públicos.
 
Devido ao sucesso do servidor de e-mail MetroMail, a 4Linux implementou outras soluções no Metrô:
 
Ambiente WEB Corporativo
 
A utilização eficiente das tecnologias WEB é fundamental para o negócio de todas as empresas modernas e competitivas. A 4Linux desenvolveu o Ambiente WEB do Metrô, cuidando de todos os aspectos de segurança, desempenho, integração e disponibilidade do seu Portal Corporativo – Metroweb e da sua Extranet.
 
SISMED – Sistema de Medições
 
A 4Linux desenvolveu a primeira aplicação da Extranet do Metrô. Esta aplicação, totalmente baseada em tecnologias abertas, possibilita o recebimento, validação e armazenamento de medições eletrônicas provenientes de várias empresas prestadoras de serviço. Além disso, o sistema, após verificar e validar uma determinada medição, emite à empresa depositante, um recibo de entrega válido para comprovações futuras.
 
SISRAD – Sistema de Registro
 
O acompanhamento do trâmite dos documentos dentro das empresas é uma tarefa muito importante e que consome muito tempo de seus responsáveis.
 
Baseada em várias regras e especificações internas, a 4Linux desenvolveu para o Metrô um sistema que possibilita um registro único de documentos bem como o acompanhamento do trâmite deles em todas as áreas pelas quais passar, agilizando em muito as tarefas de registro, envio, recebimento, consulta e localização de documentos. O sistema ainda permite registrar e acompanhar datas críticas relacionadas a documentos específicos, facilitando muito o controle de prazos.
 
Além das soluções e sistemas acima, a 4Linux já desenvolveu no Metrô atividades de treinamento em Linux com ênfase em segurança, consultoria para instalação e configuração de VPN, DNS, Banco de Dados livres (como PostgreSQL e MySQL) e, mais recentemente, consultoria na utilização de Linux em micros desktop (Projeto Micro Livre).