4linux no TDC 2017 PORTO ALEGRE

O TDC em Porto Alegre teve mais de 40 trilhas e 10 workshops para atender as diversas comunidades.

Friday, 24 de November de 2017

Cada trilha apresenta 5 a 8 palestras, divididas na programação de seu dia e que são coordenadadas por profissionais da área do tema título. O objetivo é de que, ao final do dia, o participante tenha tido contato a um conteúdo diversificado dentro da mesma temática.

Com 5, 6 ou 7 trilhas acontecendo em cada dia do TDC em parceria com diversas comunidades e especialistas em Tecnologia da informação conseguimos ter uma abrangência muito maior, sem perder a qualidade e profundidade nos temas abordados em cada trilha.

A inscrição do evento é feita por trilha e cada participante tem certeza que não haverá filas e sim, espaço para ele. Desta maneira, dá para assistir todas as palestras da trilha, com comodidade. 

O Vinicius Xavier, palestrou no evento e conta todos os detalhes na entrevista abaixo.

  • Conte sobre a infraestrutura do evento e sobre os principais temas abordados nesse ano.

O TDC 2017 tem como palco as faculdades do grupo Laureatte, no qual disponibilizam stands de empresas grandes e influentes no mercado no lobby da universidade. As palestras ocorrem nas salas de aula com projetor para apresentação do material em slide ou laboratório. Como são diversas trilhas e tinha somente acesso a trilha de minha escolha, os principais temas foram sobre Bare Metal, que nada mais é o provisionamento, a gerência e o controle de máquinas físicas de uma infraestrutura de datacenter, isso demonstrando com frequência na trilha de Infraestrutura ágil.  Também reparei que a solução em containeres está ganhando espaço, tivemos palestras que mostraram isso.

  • Poderia fazer uma introdução sobre sua palestra?

Palestrei sobre o gerenciamento do ciclo de vida de máquinas físicas e virtuais, no qual consigo garantir o controle desde seu ligamento até seu ciclo de vida na infraestrutura, sendo possível visualizar através de relatórios tanto o inventário do meu parque de máquinas até o estado desejado, utilizando das principais ferramentas como Foreman e Puppet. 

  • Conte um pouco sobre o evento, muito network e conhecimento?

O evento foi superbacana, o tempo inteiro é conversando sobre tecnologia com outras pessoas. Ao acessar os stands das empresas, houve bastante networking e troca de experiências.

  • Fale sobre Foreman e Puppet?

Foreman é uma ferramenta de gerência de ciclo de vida da infraestrutura que possibilita provisionar máquinas físicas, virtuais ou máquinas na cloud, trabalhando em conjunto com o Puppet para garantir o estado desejado através da gerência de configuração.

  • Qual foi o tópico que mais chamou a atenção das pessoas presentes em sua palestra?

O funcionamento do Puppet e a forma em que a infraestrutura era provisionada apenas com um clique.

  • Alguma dica para quem ainda tem dúvida sobre a carreira de TI?

Recomendo descobrir inicialmente o prazer em determinado nicho da área de TI e através disso buscar conhecimento em cima de todas as ferramentas mais utilizadas no mercado, e desenvolver a habilidade de resolver os problemas de processo que as empresas de todas as categorias possuem.

Agradecemos a Vinicius Xavier Bove, nosso analista de infraestrutura.
 

Cursos Consultoria Contato

Compartilhe esta página