Abelha é o novo mascote do Linux

O Tux, já consagrado mascote do Linux, criado em 1996 em um concurso de logotipos, parece estar com seus dias contados. Sob protestos acalorados de diversas comunidades do universo open source, foi anunciada a decisão de substituí-lo. O novo masco...

Sunday, 1 de April de 2012

O Tux, já consagrado mascote do Linux, criado em 1996 em um concurso de logotipos, parece estar com seus dias contados. Sob protestos acalorados de diversas comunidades do universo open source, foi anunciada a decisão de substituí-lo. O novo mascote é uma abelha, que já foi batizada de Beex pelos entusiastas da ideia.

"O pinguim não reflete de modo tão adequado a filosofia do software livre quanto a abelha” diz um dos membros da comissão de observadores internacionais que tomou a resolução e que prefere manter seu nome em sigilo.

Em nota, a comissão esclarece que a abelha representa magistralmente a produção colaborativa, além de conter em si as múltiplas possibilidades de produzir em comunidade com qualidade - “um mel nunca é igual ao outro, mas todos são livres”, completa.

Nota: não se preocupe! Esta é apenas uma noticia de 1º de abril, o bom e velho Tux continua inabalável em seu trono. A ideia de publicar uma notícia bem humorada a respeito do Linux, no 1º de abril, surgiu após uma série de e-mails divertidos trocados entre os construtores 4Linux.

Compartilhe esta página