Confira o relato de um de nossos consultores no JavaOne Latin America 2011

O JavaOne Latin America 2011 ocorreu nos dias 6 a 8 de Dezembro, no Transamerica Expo Center, em São Paulo. Foi a segunda edição do evento no Brasil, sendo que ele já acontece ininterruptamente em San Franscisco, EUA, há mais de 10 anos.

Wednesday, 28 de December de 2011

Este artigo reúne as impressões do consultor Fernando Lozano que participou, também, da edição de 2010 do evento. O JavaOne Latin America 2011 ocorreu entre os dias 6 a 8 de Dezembro, no Transamerica Expo Center, em São Paulo. Foi a segunda edição do evento no Brasil, sendo que ele já acontece ininterruptamente em San Franscisco, EUA, há mais de 10 anos.

Como no ano passado, o evento em São Paulo compartilhou a infraestrutura com o Oracle Open World. Já nos EUA o JavaOne voltou a ser um evento independente, e aconteceu em Outubro. Mas o evento brasileiro cresceu: além de maior quantidade de participantes, ele passou a ocupar uma área mais nobre no pavilhão de exposições, com salas maiores. Ano passado ele ficava "escondido" no mezanino, e o espaço para circulação entre as palestras, ou para as filas de entrada nas palestras, era insuficiente.

Foi curioso observar a reação dos expositores, acostumados a um evento somente para executivos, para venda de grandes servidores, sistemas de Contabilidade, ERPs e outras aplicações, ao público técnico do JavaOne. Certamente os intervalos entre as palestras foram bem mais agradáveis com as opções de lanches e outras distrações oferecidas pelos expositores do fórum no ano passado.

Apesar das salas maiores, todas as apresentações estiveram lotadas, com gente em pé e alguns que não conseguiram entrar. A Oracle chegou a mudar algumas apresentações do JavaOne para um auditório ainda maior, que estaria reservado para apresentações de marketing da própria empresa, de modo a acomodar melhor o público. Então podemos esperar que o sucesso de 2011 garanta um evento ainda maior em 2012!

As palestras técnicas foram diversificadas, ocorrendo simultaneamente em três salas, fora os keynotes. Houve destaque para Computação em Nuvem, linguagens alternativas na JVM (como Scala e Groovy), TV Digital, Java FX (a nova tecnologia de Interface com o Usuário da Oracle, agora reposicionada como alternativa para aplicações Desktop, em substituição ao Swing) e Java ME, que a Oracle pretende unificar com o Java SE, para maior competitividade em ambientes de smartphone e tablets, e também facilitar seu uso em outras plataformas embarcadas, graças aos avanços proprocionados pelo projeto OpenJDK. Também foi interessante notar algumas palestras focadas em qualidade de programação pura e simples, em vez de APIs e buzzwords.

Houve duas palestras de consultores da 4Linux, ambas no segundo dia do evento. A primeira, "As Grandes Novidades do JSF 2.0" com Gustavo Lira e Gabriel Orzeas, apresentou não só os novos recursos que são parte do Java EE 6.0 mas também as evoluções do JSF 2.2, ainda em desenvlvimento, para o Java EE 7; a segunda, "Formando Desenvolvedores Eficazes" com Fernando Lozano, defendeu a necessidade de se repensar a formação de profissionais para desenvolvimento de software, deixando de lado o foco apenas em linguagem e frameworks para algo mais abrangente, englobando melhores práticas de projeto, ferramentas e processos. A segunda palestra foi inclusive uma das que tiveram que migrar para o auditório reservado.

Tivemos a presença de várias personalidades importantes do mundo Java, como Aaron Gupta e Roger Brinkley. As palestras nacionais não ficaram a dever aos gringos em termos de qualidade e conteúdo. Inclusive um projeto nacional, o JHome, foi premiado com o "Duke Awards". Mas, a contrário do evento nos EUA, não houve presença forte dos concorrentes da Oracle, como IBM, VMWare e Red Hat, apesar da importância deles para os padrões e a comunidade Java.

Confira aqui mais detalhes sobre as palestras da 4Linux no JavaOne Latin America 2011!

Compartilhe esta página