Desafio “Win the 7”: Denis Augusto, instrutor da 4Linux, superou 10.000 participantes e chegou entre os melhores.

O desafio “Win the 7” foi composto de sete etapas.Ao final, apenas 22 participantes estiveram presentes na última entre os 22 finalistas, estava Denis Souza, instrutor da 4Linux.

Tuesday, 10 de November de 2009

No dia 19 de junho de 2009, foi lançado o desafio: quais são os residentes no Brasil que conhecem melhor o Windows 7? Esse foi o objetivo da campanha “Win the 7” lançada pela Microsoft, com o objetivo de testar o conhecimento dos estudantes, desenvolvedores e IT PRO (profissionais de tecnologia da informação) sobre todos os recursos oferecidos pelo Windows 7. A iniciativa contou com mais de 10.000 inscritos que através dessa oportunidade esperavam testar seus conhecimentos e se beneficiar com a repercussão do desafio. O desafio “Win the 7” foi composto de sete etapas. Durante essas etapas os candidatos acumulavam pontos, atribuídos de acordo com o grau de dificuldade de cada etapa. Ao final, apenas 22 participantes estiveram presentes na ultima etapa presencial em um final de semana cheio de emoções e desafios. Entre os 22 finalistas, estava Denis Souza, instrutor da 4Linux e Analista de Soluções da BRISA (www.brisa.org.br), especialista em segurança de redes, projetista de soluções para automatização de tarefas, auditor de segurança para ambiente de servidores e autor do livro: “FreeBSD - O Poder dos Servidores em Suas Mãos” que alcançou o quarto lugar na categoria IT PRO. Confira a entrevista com Denis Augusto que relata sua experiência no desafio “Win the 7” para um profissional reconhecido e atuante no mercado do Software Livre. 4Linux:  Quando você se inscreveu no desafio espera chegar tão longe? Denis: Realmente quando me escrevi jamais pensei chegar tão longe. Comecei a acreditar quando fiz uma prova e saí da posição 2066 para a posição 67. Neste momento vi que teria uma chance de ficar entre os selecionados para a final. Quando observamos este tipo de desafio, é natural pensar nos prêmios que estão em jogo: TechEd 2009 Brasil, XBOX 360 e uma viagem aos Estados Unidos para conhecer o time de engenheiros que trabalham com o Windows 7. Entretanto, o maior benefício foi ter em primeira mão os conhecimentos passados diretamente por profissionais do mais elevado gabarito e isto definitivamente não têm preço. 4Linux: Qual foi a etapa mais árdua e seu momento de maior dificuldade durante a seleção? Denis: Sem dúvida que a etapa final foi a mais desafiadora, pois tive que mostrar todo o conhecimento acumulado durante a minha carreira como profissional de TI e como instrutor de cursos. 4Linux:  Na última etapa, qual foi sua proposta de apresentação e qual foi seu maior diferencial que proporcionou sua quarta colocação? Denis: Tivemos diversas tarefas e uma delas foi o trabalho em equipe. Cada competidor foi sorteado para um grupo onde tínhamos profissionais de IT, desenvolvedores e estudantes unidos no objetivo de legalizar uma empresa imaginária e apresentar uma solução para os avaliadores e empresas parceiras da Microsoft. Fui escolhido para liderar um dos grupos por eleição do próprio grupo e isto me deixou muito contente. A tarefa foi muito desafiadora e o conhecimento estudado e vivenciado nas palestras foi posto a prova. Durante o período de preparação para a apresentação, todos os grupos dormiram em média de 3h de sono e treinaram exaustivamente a apresentação. Acredito que foi muito complicado para os avaliadores da Microsoft selecionar os ganhadores, pois além de conhecimentos a respeito dos produtos e licenciamento, todos os concorrentes tinham habilidades que os tornavam fortes candidatos aos prêmios. Entretanto, acredito que os anos de consultoria trabalhando com integração de produtos me ajudaram a algumas vezes ver a luz no fim do túnel e as horas como instrutor facilitaram muito na hora da apresentação. Além disto, acredito que tive muita sorte em cair em um ótimo time, que foi decisivo para a apresentação de um bom trabalho. 4Linux: Qual o perfil dos profissionais que você competiu? Denis: O nível foi o mais elevado possível, mas apesar de sermos todos concorrentes, fiz diversas amizades e descobri pessoas incríveis, sinceras e maravilhosas. Mas esta afirmação não estava focada só para os meus concorrentes, todos os profissionais da Microsoft que estiveram envolvidos direta ou indiretamente com o WinThe7 foram simplesmente fantásticos, demonstrando cuidado com todos os concorrentes e sem deixar de responder nenhuma pergunta que foi apresentada. Sem dúvida que foi o desafio mais gratificante que já enfrentei. 4Linux: Você é um profissional adepto ao Software Livre em específico o FreeBSD com a publicação de um livro sobre o assunto. Por que você resolveu participar de um desafio promovido pela Microsoft? Não é contraditório? Denis: Acredito que cada profissional de consultoria tem que conhecer não só software livre, mas outros caminhos para fornecer uma solução mais completa. Quem realmente define a melhor solução é o usuário/cliente, pois ele avalia o caminho mais completo e confortável para as suas necessidades. Já trabalho com soluções Microsoft há mais de 9 anos e tenho visto como hoje tudo está integrado, deixando claro que estamos na era da interoperabilidade. O usuário não quer saber se o firewall de borda em Back-to-Back é um ISA Server e seu servidor de arquivos é um servidor Linux ou FreeBSD, o que ele quer saber é que tudo vai estar interligado com a sua autenticação na rede e que vai funcionar da forma mais segura e com a maior quantidade de recursos possível. Para obtermos este resultado temos que conhecer diversos universos e diversos sabores de soluções. 4Linux:Você acredita que um profissional de tecnologia completo deve conhecer todos os recursos e tecnologias oferecidas pelo mercado com o objetivo de atender as necessidades dos clientes? Mesmo que a escolha seja entre um software livre ou proprietário? Denis: Sem dúvida que a resposta para esta pergunta é sim. O profissional de TI usa de seu conhecimento para verificar qual solução poderá atender as reais necessidades do seu cliente e isto é um fator determinante para uma carreira promissora. 4Linux:Segundo Ferrari (2009)*, o mercado se rende ao Linux e ganha mais espaço no uso das corporações e usuários finais. No momento da crise financeira mundial de 2009, o Linux ganhou a empatia dos empresários que adotaram a ferramenta para uma redução de custos e se surpreenderam com os recursos oferecidos pelo software. Você acredita que o FreeBSD acompanha esta evolução? Denis: O FreeBSD acompanha essa onda e o número de especialistas aumentam já que contam com versões atualizadas do software que proporcionam o maior desenvolvimento das arquiteturas, otimizando tempo e elevando a segurança. O mercado de tecnologia é de altíssima competitividade profissional e conta com profissionais cada vez mais qualificados. A velocidade das informações e inovações tecnológicas obrigam a atualização e a flexibilidade do profissional em conhecer os recursos oferecidos pelo mercado e ser capaz de propor soluções que se enquadrem a realidade do cliente e não na escolha pessoal do profissional em utilizar um software livre ou proprietário. Este é o verdadeiro desafio dos dias atuais. Denis Souza Formado em Segurança de Dados pela Academia Latino-Americana de Segurança da Informação, sendo participante da primeira turma no Brasil. Denis é [asset|aid=50270|format=image|formatter=asset|width=150|height=163|resizable=true|align=right]especialista em integração de sistemas heterogêneos, unindo ambientes Windows e Linux, pois usa de seus conhecimentos contidos nas certificações internacional Microsoft Certified Systems Engineer- Security (MCSE:Security), Microsoft Certified Systems Administrator – Security MCSA:Security) e MCSA:Messaging. É especialista em segurança de redes, projetista de soluções para automatização de tarefas e auditor de segurança para ambiente de servidores. É autor do livro:  FreeBSD - O poder dos servidores em suas mãos, ed. Novatec

Conheça os cursos

Formação em Administrador em Redes Linux (450+451+452) FreeBSD para Administradores Linux +  Técnicas Avançadas para Administração em FreeBSD (410+464) *FERRARI, Bruno. Linux ganha mercado com a crise. Info Online. 20 mar. 2009. Disponível em: . Acesso em: 29 out. 2009.

Compartilhe esta página