Estudo mostra que contratar quem conhece 'open source' e DEVOPS é prioridade para os gerentes de RH.

Dois estudos publicados recentemente mostram como os profissionais que conhecem tecnologias open source podem ser a solução para os projetos de T.I em momentos de orçamento reduzido.

Tuesday, 7 de June de 2016

Estudo do DICE e da Linux Foundation publicado em maio/2016 mostra que as empresas estão “famintas” para contratar profissionais que conheçam tecnologias open source.

Artigo da ComputerWorld “Otimização de custos lidera prioridades dos CIO’s na América Latina” comenta a pesquisa do Gartner e afirma que os CIO’s latino americanos estão vivendo um momento de orçamento reduzido, de forma que a necessidade de “fazer mais com menos” contrasta com a de investir em TI para alavancar a transformação digital.

O leitor pode estar se perguntando: onde está a correlação entre essas duas pesquisas já que uma fala sobre mercado de trabalho e outra sobre orçamento?

Nós da 4Linux, que sempre trabalhamos com open source, acreditamos que é possível “fazer mais com menos”. Porém, não se pode fazer isso tentando os mesmos caminhos trilhados “viciosamente” pelo mercado.

O estudo do Gartner demonstra que os CIO’s “lutam para encontrar formas de ampliar a eficiência operacional em suas organizações e reduzir gastos.” Para atingir seus objetivos, seus três principais focos são:

  • Infraestrutura e data Center
  • Business intelligence e analytics
  • Cloud

Estes 3 focos correlacionam as 2 pesquisas e isso explica o porquê os profissionais que trabalham com open source estarem sendo tão procurados nos USA, onde datacenters, cloud e bigdata estão sendo “construídos” com tecnologias open source.

“Os grandes datacenters de todo o mundo estão sendo construídos com soluções open source: Openstack, Linux, Docker, Chef, Puppet, Ansible, Hadoop, Elastic, Cassandra, MongoDB, PostgreSQL, Python, Git entre outras tecnologias open source." explica Gabriela Dias, Diretora de Operações da 4Linux, que complementa “ Se os CIO’s forem tentar reduzir custos operacionais com as soluções tradicionais ( Oracle, Microsoft e IBM) certamente faltará orçamento no contexto atual no qual estamos inseridos, em que a taxa de câmbio chega em aproximadamente R$4,00 para cada US$1,00. Eles precisam tentar algo 'out-of-the box'.

“ Ou alguém acha que estas empresas estão '‘famintas’' por profissionais open source  para implementarem tecnologias Microsoft, Oracle e IBM??”.

Finaliza Rodolfo Gobbi, Diretor Geral da 4Linux.

 

      

Compartilhe esta página