Linux ganha força: 4Linux investe em infra-estrutura e tecnologia de ponta

“Somos a primeira empresa de treinamento em linux no Brasil a oferecer um curso com infra-estrutura wireless e rodando no kernel 2.6 do Linux-Debian”

Tuesday, 27 de September de 2005

Cursos reescritos para kernel 2.6, infra-estrutura wireless, novos computadores e novo layout nas salas de treinamento são algumas das novidades A 4Linux passa a contar a partir de outubro com novidades no conteúdo dos seus treinamentos de linux e na infra-estrutura das salas. Os cursos foram reescritos e adequados para o novo kernel do linux, que está na versão 2.6. Como são focados em Debian, passam agora a usar a versão “Sarge” e não mais o “Wood”, acompanhando, desta forma, as novidades do mundo do software livre. Uma das salas ganhou computadores novos (Intel Pentium 4 – 2.4GHz) e infra-estrutura wireless. “Somos a primeira empresa de treinamento em linux no Brasil a oferecer um curso com infra-estrutura wireless e rodando no kernel 2.6 do Linux-Debian”, explica Rodolfo Gobbi, presidente da 4Linux, que complementa, “o apoio que tivemos da Alcabyt foi decisivo para a escolha das máquinas, pudemos testá-las e tirar nossas dúvidas, ficamos muito confiantes para a tomada de decisão.” “A Intel, criou recentemente um canal de suporte para linux, a CSO - Channel Software Operation, por isso, nós da Alcabyt estamos confortáveis em oferecer máquinas com processadores Intel para rodar o sistema operacional linux porque teremos todo o suporte do fabricante para que o linux funcione perfeitamente na arquitetura Intel”, afirma Rubens Shiruo, gerente comercial da Alcabyt, uma das mais renomadas Intel Premier Provider do Brasil. A introdução da tecnologia wireless é outra novidade nos treinamentos de Linux e FreeBSD, com aulas práticas. “Apesar da grande maioria das redes existentes ainda serem construídas sobre fios, a adoção de redes wireless vem crescendo aceleradamente e queremos que nossos alunos aprendam o que há de mais moderno, pois mais cedo ou mais tarde irão utilizar”, justifica Sandro Melo, diretor de tecnologia da 4Linux e responsável pelo conteúdo dos treinamentos. As salas de treinamento, antes com layout tradicional, têm agora um aspecto mais moderno – em forma de “U” – fazendo com que o aluno tenha maior espaço, mais visibilidade para o quadro-branco e para a TV onde são transmitidas todas as execuções do instrutor. Além disso, o novo layout propicia uma maior interação do instrutor com os alunos, pois o mesmo pode caminhar com mais facilidade entre eles, tirando dúvidas durante todo o curso e acompanhando individualmente a evolução nos exercícios. Apesar das várias mudanças apresentadas, três das características mais marcantes dos treinamentos da 4Linux não mudaram: continuam com o máximo de 12 alunos por sala, sendo 100% hands on, com exercícios práticos e sempre com 1 aluno por micro.

Compartilhe esta página