O Brasil tem o direito de esconlher

Microsoft interpela membro do governo brasileiro

Thursday, 17 de June de 2004

A Microsoft Brasil protocolou no último dia 14 na cidade de Barueri-SP,uma interpelação judicial contra o presidente do ITI - Instituto de Tecnologia da Informação (http://www.iti.gov.br/), Sérgio Amadeu, um dos maiores defensores do Software Livre dentro do governo brasileiro. Esta interpelação tem como base uma entrevista cedida à revista Carta Capital de março deste ano

onde compara as formas de trabalho da companhia com "práticas de

traficantes", por oferecer e/ou distribuir seus produtos gratuitamente para governos usarem em projetos de inclusão digital. Entretanto a mesma companhia não aciona na justiça a jornalista responsável pela entrevista. O comentário comparativo com o narcotráfico já foi usado antes por outras pessoas, tais como A.P Lawrence

e o juíz norte-americano Thomas Jackson no caso anti-truste contra a mesma companhia (http://amo.net/NT/02-28-01MSFT.html). Desta forma fica a pergunta no ar: por quê somente agora a empresa resolve acionar judicialmente um membro do governo brasileiro? Seria alguma retaliação pelo trabalho realizado por Sérgio Amadeu, pelo governo e pela comunidade de software livre na troca de produtos proprietários? A comunidade brasileira convida todos que entendem ser esta uma forma de cerceamento da liberdade a assinar uma petição on-line em apoio e repúdio a esta prática. A petição

Compartilhe esta página