Presidente Lula, 4Linux e LPI marcaram presença no FISL 10

A Comitiva do Presidente esteve presente à 10º edição do Fórum Internacional de Software Livre – FISL 10, no Centro de Eventos da PUC-RS, em Porto Alegre (RS), no último dia 26 e em seu pronunciamento não deixou dúvida sobre a opção do governo bra...

Tuesday, 7 de July de 2009

A Comitiva do Presidente esteve presente à 10º edição do Fórum Internacional de Software Livre – FISL 10, no Centro de Eventos da PUC-RS, em Porto Alegre (RS), no último dia 26 e em seu pronunciamento não deixou dúvida sobre a opção do governo brasileiro pelo software livre.

Lula em seu pronunciamento no FISL 10.O Presidente mostrou-se entusiasmado com os benefícios do uso do Software Livre para o  crescimento do Brasil e o poder de criatividade que o SL traz para os usuários. A 4Linux também marcou presença no FISL10 com palestras na grade do evento e representando o LPI com um estande. Além disso, aplicou as provas do LPI I, II e III. A 4Linux foi a empresa responsável pelas inscrições nas provas do LPI e de acordo com Candidatos fazem a prova no FISL 10.Rodolfo Gobbi, diretor geral da 4Linux, "este ano houve um número recorde de inscritos nas provas, mostrando que cada vez mais o mercado valoriza o profissional certificado em Linux". Além do tradicional sorteio de camisetas e TUX, realizado pela 4Linux, este ano, em uma parceria inédita entre o FISL e o LPI, foram sorteados 10 provas de certificação LPI, o que movimentou bastante o estande da 4Linux. Diretora de vendas Meli Cataldi e o presidente Lula.“Nosso estande recebeu milhares de visitantes buscando informações sobre os cursos e serviços de consultoria mas dois deles que passearam pelo FISL e passaram pelo nosso estande nos encheram de orgulho: o Presidente Lula e a ministra da casa Civil Dilma Rousseff que muito simpaticamente deram uma paradinha para bater uma foto comigo”, disse a Diretora de Vendas da 4Linux Meli Cataldi.    Diretora de vendas Meli Cataldi e a ministra Dilma Rousseff Como o FISL é um evento que reúne pessoas de todos os cantos do Brasil e também do exterior, o maior interesse dos visitantes do estande era pelos cursos de ensino a distância.  No evento foi apresentado como são ministrados os cursos a distância pela 4Linux e todos ficaram impressionados com a didática e metodologia empregada nos cursos. Movimentação no estande da 4Linux. Hoje a 4Linux conta com mais de 10 cursos que podem ser feitos pela internet e o aluno interage com o professor enquanto ele dá aulas ao vivo por vídeo-conferência como se estivesse numa aula presencial. Essa interação pode ser por chat ou o professor pode dar permissão para que o aluno utilize o seu kit multimídia e exponha suas dúvidas como no curso presencial. Uma das participações da 4Linux nesta edição do FISL foi com a palestra ministrada pelos consultores da 4Linux Bruno Gurgel e Bruna Griebeler “Ead-Evolutions - Experiência de 7 anos em EADs de linux usando softwares livres”, que mostrou a experiência adquirida em didática e infra-estrutura nestes sete anos ensinando Linux pela internet para jovens do HackerTeen, para profissionais do MEC (480 alunos treinados em Linux em dezenas de cidades diferentes em 3 meses). Confira o case completo de Capacitação EAD de técnicos do Ministério da Educação em Linux. Flávio Gurgel fala sobre o uso do PostgreSQL.O que teve grande audiência também foi a palestra ministrada pelo consultor da 4Linux Flávio Gurgel “PostgreSQL em ambiente financeiro de alta criticidade”, que apresentou o uso do banco de dados PostgreSQL no ambiente Multicanal da Caixa que suporta mais de 20.000 ATMs. Flávio apresentou o dia-a-dia do suporte, desafios do ambiente e soluções adotadas em um dos cases mais importantes do mundo em banco de dados PostgreSQL. Maddog conhece o projeto Multicanal. Jon 'maddog' Hall também esteve no FISL 10 e ficou bastante interessado pelo case multicanal da Caixa Econômica Federal e aproveitando que após o FISL passaria por São Paulo fez questão de conhecer pessoalmente este que é um dos maiores cases do mundo de uso de plataformas livres em missão crítica financeira.

Compartilhe esta página