Profissional de TI: Certificação ou Faculdade?

Reflita sobre como a certificação profissional pode te colocar mais rapidamente no mercado de trabalho

Friday, 23 de October de 2015

Este artigo abaixo foi escrito em 2007 mas nesta semana dois acontecimento me fizeram retomá-lo e republicá-lo pois o tema continua atual.

Conversa que tive com um taxista que contrário do que geralmente é mais comum era um jovem que não deveria ter mais de 25 anos de idade. Papo vai, papo vem ele comentou – com uma certa tristeza - que tinha virado taxista pois teve que abandonar a faculdade por falta de dinheiro mas o sonho dele era trabalhar com computadores.

Decidi então rever e republicar o artigo abaixo pois as vezes as pessoas frente as inúmeras dificuldades podem não enxergar caminhos. 

Fui presidente da certificação LPI Brasil por 2 anos. Durante as várias palestras que ministrei explicando o que é a certificação profissional LPI, uma das perguntas mais frequentes era:

O que é mais importante para eu conseguir um emprego na área de TI: certificação profissional ou faculdade ?

A resposta para esta questão pode parecer trivial: o curso superior é muito mais importante. Mas não é tão trivial como parece na medida em que há “variáveis” e dificultadores que impedem esta tomada de decisão.

Existem várias variáveis a serem analisadas para se dar esta resposta: escolherei a variável financeira.

Antes de prosseguirmos com este exercício de análise, responda as perguntas abaixo:

  • Você já trabalha? Seu emprego atual é na área de TI?

  • Com os rendimentos do seu trabalho atual, você consegue pagar uma faculdade?  

Se você já trabalha, não consegue ganhar o suficiente para pagar a faculdade e quer trabalhar com TI você deve considerar a certificação em TI como um investimento de curto prazo e que pode caber em seu orçamento. Talvez o salto entre o ensino médio e o curso superior possa ser muito grande e não caber em seu orçamento mas a certificação profissional pode te permitir dar saltos menores e ser o trampolim para sua faculdade em TI.

Vamos fazer exercícios com números:

Suponha que o investimento em uma faculdade de TI deve girar em torno de R$24.000,00 ( 48 meses x R$500,00 ) e que você estará pronto para entrar no mercado de trabalho somente daqui 4 anos.

O investimento em uma certificação de TI como, por exemplo a LPIC-1 e LPIC-2, vai custar aproximadamente R$5000,00, sendo R$2500,00 para um curso de Linux que englobe o conteúdo das duas certificações e mais R$2500,00 de custo para fazer as quatro provas ( duas para o LPIC-1 e outras duas para o LPIC-2). Em aproximadamente 6 meses, um profissional que trabalhe de dia e estude à noite, ou nos finais de semana, e se dedique com determinação e afinco a este objetivo, estará pronto para disputar uma vaga de Sysadmin Linux e deverá conseguir um emprego rapidamente pois o mercado de TI está carente de profissionais especializados.

Em apenas 6 meses e com apenas 20% do gasto de uma faculdade você dará um grande upgrade em seu currículo e poderá concorrer a um emprego que te pagará um salário melhor e te colocará em condições de – já trabalhando na área de TI – fazer uma faculdade na área.

Com o novo emprego que você conseguiu graças a certificação profissional, após quatro anos trabalhando na área e estudando a noite na faculdade de TI você obterá o seu diploma de curso superior e inúmeras novas oportunidades se abrirão para você.

Reflita sobre o tema. Não se acomode por ter perdido sua bolsa no FIES. Vá a luta. Ou seja infeliz trabalhando em outra área que não lhe agrada por não ter tido escolha e ter sido escolhido.

O que é uma certificação profissional de TI?

Certificação é a declaração formal de "ser verdade", emitida por quem tenha credibilidade e tenha autoridade legal ou moral. A certificação deve declarar ou dar a entender, explicitamente, que determinada coisa, status ou evento é verdadeiro. Deve também ser emitida por alguém, ou alguma instituição, que tenha fé pública, isto é, que tenha credibilidade perante a sociedade.

A certificação profissional atesta as competências necessárias e embasamento teórico suficiente para o profissional desenhar soluções, programar e administrar uma determinada tecnologia dentro do ambiente da empresa, vivenciando os possíveis problemas e sugerindo soluções.

A certificação é um mecanismo utilizado pelos maiores fabricantes de tecnologia da informação do mundo, como Microsoft, Cisco, Oracle, LPI, Red Hat, Checkpoint, LPI-Linux, ITIL e PMI, para provar a capacidade técnica dos profissionais na implementação de suas soluções.

O tempo para a formação varia de acordo com cada certificação. Em geral, os cursos são rápidos, com cerca de 80 a 160 horas.

Rodolfo Gobbi, Diretor Geral da 4Linux

Compartilhe esta página