O que é Postfix

A ideia  inicial do Postfix era a de produzir um substituto para o Sendmail que fosse “rápido, fácil de administrar e seguro”. Trata-se de um projeto OpenSource patrocinado pela IBM, criado e mantido por  Wietse Venema, Ph.D. em Física pela Groningen University na Holanda. Segundo seu criador, o projeto e o desenvolvimento do Postfix foram norteados pelas seguintes diretrizes:

  • Confiabilidade- o sistema é capaz de manter seu funcionamento mesmo diante de condições adversas como falta de memória ou mesmo espaço em disco. Nesses casos, o sistema tenta reduzir sua atividade para facilitar a retomada de condições por parte do servidor
  • Segurança- o Postfix é composto por componentes diferentes. Cada componente é executado com o mínimo de privilégios necessários para o desempenho de suas funções, de forma que um componente com níveis mais elevados de privilégios nunca “confie” em outros que possuam níveis inferiores. Além disso, o sistema possui recursos para minimizar a possibilidade de ataques dos tipos buffer overflow e DoS (Denial of Service), dentre outros. Um dos próprios slogans do Postfix é “Security by Design” que ratifica o fato de que aspectos de segurança foram considerados desde sua concepção
  • Desempenho- o Postfix possui recursos capazes de colaborar com o desempenho geral do sistema operacional no qual está sendo executado por meio da limitação, por exemplo, dos processos criados e dos acessos ao sistema de arquivos necessários para o processamento de mensagens
  • Flexibilidade- essa diretriz diz respeito ao fato dos componentes do Postfix serem independentes permitindo customizações individuais que facilitam a especialização das configurações e a manutenção de suas funcionalidades.

O Postfix se consolidou como uma alternativa ao Sendmail em razão de suas características técnicas tais como maior robustez, melhor desempenho e maior facilidade na manutenção e configuração. Entretanto, conforme citado anteriormente, para facilitar sua adoção em ambientes Unix, onde o Sendmail era (e ainda é) bastante popular, o Postfix manteve diversos comandos e arquivos compatíveis com os do Sendmail. Essa alternativa evita, por exemplo, a necessidade de mudança de scripts e softwares já desenvolvidos considerando os recursos do Sendmail. 

Outra característica importante do Postfix é a sua arquitetura modularizada. Ou seja, ao contrário da estrutura monolítica do Sendmail onde apenas um processo é o responsável por todas as atividades relacionadas com o processamento de mensagens, no caso do Postfix vários componentes são os responsáveis pelo funcionamento do sistema.  Essa arquitetura, além de facilitar a manutenção do código e a implementação de novas funcionalidades, agrega algumas importantes características de segurança dentre as quais a possibilidade de evitar e/ou minimizar os impactos de eventuais ataques como os de buffer overflow, por exemplo.

Obviamente não se pode preterir uma boa infraestrutura para implantação da solução de groupware, sendo que a aplicação e todos os seus componentes devem sempre estar disponíveis aos usuários.

Consultoria Zimbra Cursos Contato