MultiCloud - AWS - GCP - Azure

Suporte e Consultoria Multicloud.

  • Migração de infraestruturas físicas ou virtuais para nuvem AWS/GCP/Azure
  • Consultoria para redução de custos com instâncias usando escalonamento automático de servidores para atendimento de demandas pontuais
  • Mentoria para uso de recursos avançados
  • Consultoria para escolher qual nuvem utilizar
  • Monitoramento de ambientes Cloud com ferramentas da AWS/GCP/Azure e/ou Zabbix;
  • Implantação de Infraestrutura Ágil e Pipelines de CI/CD com Docker, Git, Jenkins, Ansible, Puppet e as ferramentas da própria nuvem
  • Implantação de projetos com tecnologias opensource no modelo SaaS. Exemplo: criação e manutenção de infraestrutura EAD com Moodle na AWS/GCP/Azure

 

Cloud é Linux. Linux é Cloud. Cloud também é na 4Linux

Uma questão comum a empresas que desejam migrar parte ou toda sua infraestrutura para as diferentes nuvens é descobrir quanto irá custar, como proceder e como não ficar preso a um único player. Neste momento é fundamental escolhas assertivas para evitar problemas e custos mensais elevados e sem necessidade.

A primeira ação a ser tomada é estratégica. É preciso identificar quais servidores poderão ser migrados, as prioridades e as tecnologias a serem usadas. Nessa etapa deve ser avaliado como os acessos aos servidores são realizados e criticidade envolvida para determinar se sua alocação na nuvem é adequada. Também é preciso dimensionar os hardwares que serão contratados na plataforma AWS/GCP/Azure para cada um dos servidores.

A 4Linux tem experiência para definir o projeto de migração com estimativas de custos em todas as nuvens para a tomada de decisão consciente. Com base em análise na infraestrutura atual do cliente são definidos quais tipos de instâncias devem ser usadas e o modelo de negócio a ser contratado.

Um grande diferencial dos serviços da 4Linux é a cultura DevOps e o OpenSource que fazem parte do DNA da 4Linux. Nossos projetos contemplam conceitos de Infraestrutura Ágil e o novo ambiente já poderá ser definido de forma a reduzir custos com instâncias e com as tecnologias licenciadas que podem ser trocadas por tecnologias OpenSource.

As criações das instâncias envolvem também configurações de segmentos de rede, qual Datacenter será utilizado, políticas de acessos e ferramentas de monitoria nativas de cada plataforma.

Os projetos da 4Linux podem contemplar a modalidade de Mentoring, onde a equipe do cliente é capacitada durante o processo de execução para garantia de que poderão ser autônomas na gestão das tecnologias. Há também opção de treinamentos in company ou na 4Linux.

Para migração dos servidores para as instâncias criadas é preciso reconfigurar os serviços envolvidos e transferir os dados. É preciso considerar etapas para homologação e definir janelas de manutenção para chaveamento dos servidores.

Apesar de ser possível aproveitar as configurações dos servidores atuais, este é um bom momento para garantir que estejam configurados com boas práticas. A 4Linux é pioneira em projetos que envolvam tecnologias opensource e poderá garantir a migração de servidores Linux para o novo ambiente na nuvem.

Reduza custos com instâncias

Se a sua empresa já é usuária, certamente possui instâncias poucas vezes utilizadas no decorrer de um mês, ou até mesmo que são utilizadas somente em horário comercial, mas que ficam ligadas 24x7, o que gera custos sem necessidade. Esses servidores poderiam ser ligados apenas quando realmente fossem necessários mediante solicitações manuais, em períodos pré-determinados ou automaticamente diante de uma demanda.

A 4Linux cria painéis visuais via web para facilitar a ativação de máquinas virtuais de forma a centralizar todas as plataformas. Políticas de acessos podem ser definidas para que um determinado setor possa ter autonomiza nesse processo. É possível inclusive agendar horários para que as instâncias sejam ligadas e desligadas. Não é preciso manter certos servidores ativos durante a madrugada ou fins de semanas, certo?

Outra solução que a 4Linux pode oferecer é a aplicação de práticas DevOps com a implantação de uma infraestrutura ágil. Instâncias podem ser ativadas ou criadas a partir do zero em um processo autônomo mediante uma demanda. Um bom exemplo desta aplicação é em servidores usados para compilações ou execução de testes unitários e funcionais. Eles podem ser automaticamente criados ou ativados sempre que uma nova versão de um software em desenvolvimento é lançada para que logo depois sejam desligados. Todo esse processo pode ser auditado, e notificações são enviadas a cada execução. Tanto instâncias com sistemas operacionais Linux e Windows podem ser automatizados em uma Infraestrutura ágil.

A quantidade de instâncias contratadas é outro fator determinante no custo mensal que poderá ser reduzido com a adoção da tecnologia Docker. Esta ferramenta de virtualização para sistemas operacionais Linux permite a criação de containers que partilham recursos entre si. Assim uma única instância   pode conter diversos serviços Linux independentes em execução sem consumir muitos recursos. Containers podem inclusive ser criados temporariamente apenas para execução de tarefas pontuais. Com uma Infraestrutura ágil é possível também escalar servidores dinamicamente.

Podem ser usados também clusters de Containers em qualquer uma das plataformas, como por exemplo: GKE no Google Cloud Platform, EKS/ECS na AWS e AKS na Azure. Dessa forma não é necessário se preocupar com instâncias.

Em vez de provisionar instâncias poderosas e caras na expectativa de suportar demandas futuras, instâncias menores e mais baratas podem ser usadas e novas criadas automaticamente utilizando recursos de AutoScaling sempre que detectada uma alta demanda por recursos.

O projeto de redução de custos em Multicloud da 4Linux vai além das automatizações. Contempla também a análise dos ambientes na nuvem e recomendações sobre o melhor modelo de negócio e tipos de instâncias a serem contratados. Descubra se é melhor contratar instâncias por demanda ou reservadas na AWS, GCP ou Azure e quando vale a pena utilizar os serviços pré-configurados de cada plataforma.

SaaS personalizado

O serviço de SaaS personalizado é para clientes que precisam de solução web mas não querem ter as preocupações com a infraestrutura envolvida e nem pagar por acesso.

No modelo de negócio SaaS (Software as Service) uma aplicação web open source (por exemplo: Moodle, Zimbra e Zabbix) é entregue como um serviço, já devidamente configurada e pronta para ser usada pelo cliente. Este modelo é ótimo para empresa que precisam de uma solução, mas não querem investir na configuração de servidores e toda complexidade envolvida. 

O mercado provedor de aplicação SaaS precisa adequar a infraestrutura envolvida na solução conforme a demanda por acesso, expandindo-a sempre que necessário. Por esta razão geralmente a cobrança por soluções SaaS são tradicionalmente baseadas na quantidade de contas de acesso. Assim quanto mais usuários acessarem a solução, mas o cliente pagará por ela. Além disso, empresas possuem uma oferta de serviços SaaS previamente definida para atender todos seus clientes com poucas ou nenhuma possibilidade de customizações.

A 4Linux oferece o modelo SaaS diferente e mais justo, com um valor fixado livre de quantidade de acessos e uma infraestrutura criada especificamente para o cliente. Funciona assim: o cliente apresenta para a 4Linux a solução open source que necessita, como por exemplo o groupware Zimbra ou a plataforma de LMS Moodle. A 4Linux define então a capacidade e quantidade de servidores com base na demanda inicialmente informada e apresenta ao cliente no momento da contratação. Os servidores são sempre hospedados na nuvem.

O limite de uso da solução será então a capacidade máxima dos servidores acordados. Não há limites por usuário. Uma vez esgotada a capacidade inicialmente provisionada, novos servidores poderão ser adicionados mediante nova negociação. Como os servidores são criados especificamente para o cliente, poderá haver customizações conforme sua necessidade.

Assim, como em toda solução SaaS, o cliente não terá acesso direto aos servidores, mas terá acesso administrativo a solução.

Dependendo da solução desejada pelo cliente poderá ser incorporada uma Infraestrutura ágil. Através de uma aplicação web, o cliente poderá, por exemplo, atualizar a aplicação ou modificá-las com apenas um acionamento de um botão e reverter, caso necessário. Assim, mesmo sem acesso direto aos servidores, o cliente poderá ter autonomia para modificações previamente acordadas em processo assistidos por mecanismos automatizados.

Toda solução SaaS personalizada da 4Linux contempla suporte 8x5. A 4Linux garantirá o ambiente e o funcionamento da solução, para que o cliente não tenha essa preocupação. Há opcionalmente suporte 24x7, de acordo com a criticidade envolvida.
 

Cases de Sucesso

Migração de Ambientes em Nuvem.

Com quase 100.000 fornecedores e compradores envolvidos nos recebíveis registrados e mais de 200.000 recebíveis registrados a empresa que faz o cadastro de recebíveis que são consultados pelos grandes bancos brasileiros para minimizar os riscos com garantias.

Infraestrutura de Containers para startup de Recrutamento e Seleção

A Startup Rankdone foi criada pela 4Linux. Comercializado como SaaS possui clientes como clientes como BASF, Sicoob e Santander. Foi uma das startups escolhidas pelo InovaBra  (programa de inovação do Banco Bradesco) e com isso vem experimentando um crescimento exponencial.

Migração da infraestrutura interna de TI para AWS, GCP e Azure com redução de custos e rápida escalabilidade.

Redução de mais de 50% dos gastos mensais, entre links, servidores e provedores externos, além de um ganho significativo na qualidade de serviços oferecidos. O ambiente, também, é muito mais escalável e novos servidores são adicionados ou removidos rapidamente conforme a necessidade.

Compartilhe esta página

Solicite Contato

Forma de contato preferencial
CAPTCHA
This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
7 + 1 =
Resolva este problema matemático simples e digite o resultado. Por exemplo para 1+3, digite 4.